Editora LetraSelvagem

Literaura Brasileira

Os melhores escritores do Brasil

Ricardo Guilherme Dicke

Romance, Poesia, Ficção

Deus de Caim

Olga Savary

Nicodemos Sena

Edivaldo de Jesus Teixeira

Marcelo Ariel

Tratado dos Anjos Afogados

LetraSelvagem Letra Selvagem

Santana Pereira

Sant´Ana Pereira

Romance

Nicodemos Sena

Invenção de Onira

A Mulher, o Homem e o Cão

A Noite é dos Pássaros

Anima Animalista - Voz de Bichos Brasileiros

A Espera do Nunca mIas (uma saga amazônica)

O Homem Deserto Sob o Sol

Romancista

Literatura Amazonense

Literatura de Qualidade

Associação Cultural Letra Selvagem

youtube
Destaque Cadastre-se e receba por e-mail (Newsletter) as novidades, lançamentos e eventos da LetraSelvagem.
Lançamento do livro K - O escuro da semente

Notícias

Fonte maior
Fonte menor
Cyro de Mattos ganha o Prêmio PEN Clube do Brasil 2015
Página publicada em: 28/01/2016
O PEN Clube do Brasil realizou no dia 14 de dezembro de 2015, no Terraço Panorâmico da sede do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), na Glória, Rio de Janeiro, a entrega do Prêmio Clube do Brasil 2015. (Cotinue lendo)
Na categoria narrativa, ganhou  o baiano Cyro de Mattos com o romance Os ventos gemedores, publicado pela LetraSelvagem em 2014. O prêmio é o Troféu  PEN, Diploma e 3500 reais.
 
Em poesia o prêmio foi entregue a Izacyl Guimarães Ferreira com o livro Altamira e Alexandria. Já em ensaio a vencedora foi Ana Ferro com Os papagaios amarelos na ilha do Maranhão. A Comissão julgadora do Prêmio Literário Nacional  PEN Clube do Brasil 2015, constituída das professoras doutoras na área de Letras Luiza Lobo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Delia Cambeiro, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), e Maria Luiza Belotti, da Universidade Estácio de Sã do Rio de Janeiro, definiu os ganhadores em reunião realizada dia 8 de dezembro na sede do PEN Clube do Brasil.
 
Eis alguns escritores que  já ganharam o Prêmio Pen Clube do Brasil: Guimarães Rosa, Ferreira Gular, Carlos Drummond de Andrade, Mário Quintana, Lígia Fagundes Teles, Autran Dourado,  Gilberto Freire, Adonias Filho,Érico Veríssimo,  Jorge Amado, João Cabral de Melo Neto, Cassiano Ricardo, Antonio Cândido, Antonio Torres, Herberto Sales, Alceu Amoroso Lima, Dalton Trevisan,  Fernando Sabino, Orígenes Lessa, Helena Parente Cunha, Oto Maria Carpeaux, José J. Veiga. Rubem Fonseca, José Cândido de Carvalho, Pedro Calmon, Álvaro Lins, Cyro dos Anjos  e Guilherme Figueiredo.
 
A entrega da premiação foi conduzida pelo escritor e professor doutor em letras Claudio Aguiar. Após a entrega dos prêmios foi realizado o jantar de confraternização dos associados do PEN Clube do Brasil.  Além da presença de mais de uma centena de sócios e convidados especiais, prestigiaram o encontro os Acadêmicos Geraldo Holanda Cavalcanti e Domício Proença Filho, respectivamente, Presidente e Secretário-Geral da Academia Brasileira de Letras; Victorino Chermont de Miranda, Vice-Presidente do IHGB; Levy Bucalem Ferrari, ex-presidente da União Brasileira de Escritores (São Paulo) e, ainda, vários representantes de entidades literárias, culturais e artísticas. O cerimonial do jantar esteve a cargo do ator e dramaturgo, Sergio Fonta, membro titular do PEN Clube.

Faça seu comentário, dê sua opnião!

Imprimir
Voltar
Página Inicial

Destaques

Autores Selvagens

Autor

» António Cabrita

António Cabrita ainda é uma novidade para o público brasileiro, mas não para a crítica do Brasil, que acompanha os passos desse importante e irrequieto escritor português. Adelto Gonçalves, doutor em Literatura Portuguesa pela USP-Universidade de São Paulo, afirmou: “Este português de Almada (1959) foi para Maputo (Moçambique) há poucos anos, numa época em que raros lusos se dispõem a ir para a África e os que de lá retornaram choram até hoje o ‘império colonial derramado’. Não se arrependeu, pois encontrou material, o chamado ‘tecido da vida’, para escrever novas e surpreendentes histórias como estas que o leitor brasileiro tem a oportunidade de conhecer”. E Maurício Melo Júnior, que é escritor, crítico e apresentador do programa Leituras da TV Senado, escreveu a respeito do romance "A Maldição de Ondina", que marca a estreia de António Cabrita no Brasil: “António Cabrita traz a capacidade de domar o espírito aventureiro e conservador de Portugal. E isso é o cerne de nossa alma universal”.

Colunas e textos Selvagens

© 2008 Associação Cultural LetraSelvagem - Todos os Direitos Reservados.